Datas do evento: 20 a 23 de maio de 2024

O evento visará oportunizar a reflexão interdisciplinar sobre temas relevantes nas áreas de Política Social, Gestão de Políticas Sociais e Fundamentos do Serviço Social, aprimorando a qualidade da produção científica e socializando pesquisas. O aprofundamento do debate sobre a gestão das políticas sociais na lógica territorial, contribuirá na produção do conhecimento e da disseminação de estudos e experiências que tenham como alvo a gestão de políticas sociais e território.

Apresentação dos eventos

 O “V Congresso Internacional de Política Social e Serviço Social: desafios contemporâneos; VI Seminário Nacional de Território e Gestão de Políticas Sociais; V Congresso de Direito à Cidade e Justiça Ambiental” têm como objetivo propiciar espaços de divulgação, reflexão e discussão da produção científica sobre os desafios colocados para as políticas sociais contemporâneas, envolvendo diferentes áreas do conhecimento e profissões que atuam com estas políticas, discutindo os direitos sociais na perspectiva do território, do direito à cidade e da justiça ambiental. 

Neste sentido, tem buscado ao longo de suas edições: Oportunizar a reflexão sobre temas relevantes nas áreas de Política Social, Gestão de Políticas Sociais e Fundamentos do Serviço Social, aprimorando a qualidade da produção científica; Aprofundar o debate sobre a gestão das políticas sociais na lógica territorial, contribuindo na produção do conhecimento e da disseminação de estudos e experiências que tenham como alvo a gestão de políticas sociais e território; Refletir sobre aspectos contemporâneos do debate de políticas públicas: direitos humanos, segurança pública, Seguridade e Proteção Social; movimentos sociais, participação e Controle Social; Gênero, Diversidade e Violência; Analisar aspectos relevantes do Direito à cidade, justiça ambiental e política urbana, Planejamento e mobilidade urbana, Território, poder e conflito; Propiciar a participação e o envolvimento de estudantes da Pós-graduação e graduação visando o aprimoramento da formação, bem como estimular a participação de docentes dos Programas de Pós-graduação e profissionais das áreas envolvidas; Internacionalizar os programas. 

Em uma perspectiva de reafirmar esses objetivos, os quais tem delineado a construção do evento em todas as edições, buscamos contextualizá-los de acordo com os desafios contemporâneos mais atuais. 

Para a edição de 2024 abordaremos transversalmente o lema “Democracia, Questão Social e Proteção social em perspectiva”


Visa dar continuidade ao debate sobre mecanismos de uma justa utilização dos espaços urbanos. Esta tem sido, nos últimos anos, uma das preocupações mais relevantes do poder público e da sociedade, na medida em que a maioria da população mundial encontra-se vivendo em áreas urbanas.

Neste sentido, estes espaços territoriais tornam-se palco de disputa pela definição de sua melhor utilização, fazendo com que o controle de sua regulação seja disputado pelos atores sociais que buscam um local adequado para investimentos voltados ao lucro ou um local de convivência para os diferentes segmentos sociais que ali vivem ou circulam. Reforçar e difundir o conceito de “direito à cidade” torna-se então um mecanismo adequado de debate, diante do expressivo aumento populacional, exatamente em função do processo de urbanização inadequado dos grandes centros urbanos.


Os debates partem das investigações  da “Lógica Territorial na Gestão das Políticas Sociais”, no âmbito das políticas setoriais de educação, saúde, habitação e assistência social, sobre as quais têm acumulado significativa produção teórica, que será socializada e aprofundada nesse Sexto Seminário Nacional, com a participação de pesquisadores docentes e discentes das áreas do Serviço Social, Geografia, Arquitetura e Direito da Universidade Estadual de Londrina, Universidade Federal do Paraná, Universidade Federal de Rondônia e Universidade do Estado da Bahia.

As discussões de território e de conflito perpassam pela questão do planejamento e do desenvolvimento socioterritorial. O território, a territorialidade, a desterritorialização, a reterritorialização e a multiterritorialidade no contexto das interconexões e interações envolvendo o poder caracterizado pela consolidação e sistematização de inovações que influenciam a organização do espaço no tempo, tanto no meio urbano quanto no rural, na perspectiva da coexistência de todos os povos e do enraizamento da cultura popular

Apoiadores