Um pouco sobre a nossa roda de conversa realizada em Londrina.

LESFEM


atualizado 2 meses atrás


No dia 01 de Abril de 2024, o tema da nossa roda de conversa foi “Navegando pelo Sistema Judicial”. Juntas vencemos o medo do desconhecido e nos informamos sobre os procedimentos e etapas dos casos de feminicídios que são julgados no Tribunal do Júri.

Discutimos, no decorrer da dinâmica e troca de experiências, algumas perguntas:
– O que acontece se o agressor violar uma ordem de restrição ou outras medidas protetivas? 🔎

– Quão confidenciais são as informações compartilhadas durante o processo judicial? 🔎

– Existe algum suporte financeiro disponível para sobreviventes durante o processo judicial? 🔎

– Como funciona a assistência legal em casos de feminicídio? 🔎

– Como funciona o testemunho em casos de feminicídio? As sobreviventes são obrigadas a testemunhar? 🔎

Mais uma tarde produtiva e repleta de conhecimento! 🥳

Você é a nossa convidada especial para o próximo encontro no dia 15/04. 🌻

Juntas somos mais fortes! 💪🌸

Visite nossa página no Instagram: https://www.instagram.com/lesfem.br/

Leia também

Mulheres em abrigos sem homens em Porto Alegre relatam se sentirem seguras pela primeira vez em dez dias após ficarem desabrigadas por conta das chuvas no Rio Grande do Sul; locais foram criados após denúncias de abuso sexual em espaços mistos.

‘Primeira noite de sono tranquilo’: abrigos femininos trazem segurança a mulheres em Porto Alegre (RS)

Por Bruno Teixeira— Porto Alegre Após denúncias de abuso sexual em abrigos da região metropolitana de Porto Alegre, no Rio Grande do Sul, foi criado mais um abrigo exclusivo para mulheres, que funciona no Foro Regional do bairro do Partenon, na zona leste da capital gaúcha. Com isso, a cidade passa a contar com três abrigos femininos. Os […]


IBGE aponta que desigualdade persiste mesmo com mulheres tendo, no geral, escolaridade maior. Eles também ocupam maioria das novas vagas de emprego geradas no estado.

Homens ganham em média 34% mais que mulheres no Paraná

A renda média dos homens é 34,2% maior do que as mulheres no Paraná. A diferença de rendimentos entre elas e eles no estado é ainda maior do que a registrada nacionalmente, de 26%. O levantamento foi feito pelo g1 com base na última Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (PNAD) contínua trimestral do Instituto Nacional de Geografia e Estatística […]


Lei atual não beneficia mulheres vítimas de eventos climáticos extremos, como as recentes enchentes no Rio Grande do Sul

Projeto inclui mulheres em situação de calamidade pública em programa de distribuição de absorventes

O Projeto de Lei 1621/24 inclui mulheres em contexto de eventos climáticos extremos, calamidade pública e deslocamento climático como beneficiárias do Programa de Proteção e Promoção da Saúde Menstrual. Em análise na Câmara dos Deputados, o texto altera lei que trata do programa (Lei 14.214/21).  Autora da proposta, a deputada Erika Hilton (Psol-SP) destaca que […]


As possibilidades de ações que podem vir a ser consideradas violentas são muitas e a situação social de cada gestante/parturiente acaba mostrando o tipo de violência obstétrica mais provável de acontecer com ela

Como as práticas de violência obstétrica ferem os direitos humanos?

Por: Stephania Klujsza e Mariah Torres Aleixo ueli Santos Adorno, uma mulher negra gestante de 35 anos, teve atendimento recusado em uma maternidade em Duque de Caxias, região metropolitana do Rio de Janeiro, em março deste ano. Ela acabou parindo o filho no chão da recepção da maternidade, de maneira completamente desassistida. Alyne Pimentel, uma […]